17 de junho de 2020

SPIELBERG


O Autódromo Red Bull Ring é um circuito de automobilismo situado em Spielberg, perto da cidade de Zeltweg na Áustria.
Construído em 1969 entre as montanhas da Estíria, começou por designar-se Circuito de Osterreichring e foi a sede do Grande Prémio da Áustria de F1 durante 18 anos consecutivos, entre 1969 e 1987.
A pista com 5.942 quilómetros, apresentava curvas rápidas e era do agrado da grande maioria dos pilotos, o que levou Alain Prost a dizer que todos os circuitos poderiam ser modificados, mas que Osterreichring deveria permanecer intocável, com a excepção das escapatórias que deviam ser maiores.
Mas em 1978 o circuito sofreu a sua primeira alteração com a introdução de uma chicane na curva 1.
Em 1995 a pista foi profundamente alterada, com um novo desenho apresentado pelo engenheiro alemão Hermann Tilke, que tornou o traçado mais curto, com as antigas curvas rápidas a darem lugar a curvas muito mais lentas, para criar oportunidades de ultrapassagens. Os custos da obra ficaram a cargo da operadora de comunicações A1 e o circuito passou a ser chamado: A1-Ring.
Depois de dez anos de ausência, a F1 voltou a Spielberg e durante sete anos consecutivos, entre 1997 e 2003, o Circuito A1-Ring foi a casa do Grande Prémio da Áustria.
Em 2004 a Red Bull comprou o circuito, para o qual tinha grandes projectos, entre eles estava a criação de uma escola de pilotagem, um museu automóvel e um hotel. As boxes e grande parte da bancada foram demolidas, com a intenção de serem renovadas, mas depois de uma campanha de moradores locais, em Dezembro de 2004, o Senado Ambiental da Áustria bloqueou as propostas e os trabalhos alegando que o projecto estava em desacordo com as regulamentações sobre ruído e poluição. Sete anos depois as obras voltaram a avançar com a Red Bull a fazer um forte investimento no circuito, adicionando instalações de dinâmica de veículos, área off-road e pista de karting, além de dois hotéis e um clube de campismo.
O renomeado Circuito Red Bull Ring foi inaugurado em Maio de 2011 com um festival de carros de corrida da Red Bull e o Grande Prémio de F1 Históricos.
Em 2014 o Campeonato Mundial de F1 regressou uma vez mais à Áustria, o que tem acontecido consecutivamente todos os anos até aos dias de hoje.
No dia 16 de Agosto de 1970 disputou-se o primeiro Grande Prémio da Áustria de F1 em Osterreichring, com o piloto local, Jochen Rindt em Lotus-Ford, a conquistar a pole-position, mas na corrida foi o belga Jacky Ickx, ao volante de um Ferrari, a vencer a prova.
O circuito original proporcionava velocidades elevadas e em 1987, Nelson Piquet ao volante de um Williams-Honda, estabeleceu um recorde de velocidade média para o circuito de 255.756 km / h.
Algumas das 32 edições do Grande Prémio da Áustria em Spielberg ficaram na história da F1. A começar pela vitória de Niki Lauda em 1985, que é até hoje o único piloto austríaco a ganhar no seu país. Em 1976 John Watson conquistou a sua primeira vitória na F1 e ao mesmo tempo deu à equipa Penske o seu primeiro triunfo, precisamente um ano depois da equipa norte-americana ter perdido o seu anterior piloto Mark Donohoe após um acidente mortal nas curvas Vost-Hugel. Em 2020, pela primeira vez na sua história, Spielberg foi a prova inaugural de um Campeonato Mundial de F1. Ainda em 2020, o Circuito Red Bull Ring, recebeu pela primeira vez o Grande Prémio da Estíria.
Jo Siffert em BRM, Vittorio Brambilla em March-Ford, Alan Jones em Shadow-Ford, Jean-Pierre Jabouille em Renault e Elio De Angelis em Lotus-Ford, foram os pilotos que se estrearam a vencer na F1 no circuito austríaco. Alain Prost e Max Verstappen, com três vitórias cada um, são os pilotos que mais vezes venceram em Spielberg. A McLaren com seis triunfos é a equipa mais vitoriosa.

Sem comentários: